26 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, abril 22, 2024
CasaEditoriasCultura / ArtesFecha-se a cortina. Sobem os aplausos

Fecha-se a cortina. Sobem os aplausos

Data:

Notícias relacionadas

spot_imgspot_img

Covid tira de cena o eterno galã Tarcisio Meira, na manhã desta quinta-feira 12

Um dos maiores galãs da teledramaturgia brasileira encerra sua participação na vida. Como “um anjo que caiu do céu”, ele nos alegrou por 85 anos. Trouxe sua genialidade, educação e simpatia para quem acompanhou sua trajetória profissional e pessoal. E como todo anjo que cumpre sua missão, ele enfim retorna o plano celeste, levando consigo a certeza de que seu legado foi eternizado na memória de todos. O Covid venceu a batalha, perdemos Tarcisio Meira.

 

Nascido Tarcísio Pereira de Magalhães Sobrinho, ele marcou época com seus personagens, no cinema, no teatro e na televisão e, ao lado da sua eterna parceira de cena e de vida Glória Menezes formou um dos mais sólidos e amado casal da tv.

O ator passou 20 dias internado lutando contra a Covid. Ele estava entubado e num estado critico, que infelizmente findou-se na manhã desta quinta-feira 12. Sua esposa a atriz Glória Menezes permanece internada no mesmo hospital, porém em estado mais brando da doença. Os dois atores já haviam tomado as duas doses da vacina e viviam em quarentena em seu sitio particular, devido á um pequeno descuido, contraíram a covid.

Reprodução Instragram do ator

A noticia confirmada pela assessoria do ator entristeceu todo país.

A Carreira

Com uma carreira vitoriosa, ele estreou no teatro em 1957, na peça A Hora Marcada e em 1959 já brilhava em O Soldado Tanaka.

Tarcisio e Glória – Arquivo Pessoal

A estreia na tv foi em Noites Brancas, um teleteatro da extinta tv Tupi em 1959. Em outro teleteatro da mesma emissora, Uma Pires Camargo, em 1961, contracenou pela primeira vez com Glória Menezes, com quem casaria pouco tempo depois.

Ele foi o galã da primeira novela brasileira, 2-5499 Ocupado(1963), na tv Excelsior, ao lado de Glória.  Protagonizou ainda mais sete telenovelas na mesma emissora até se transferir com a esposa para a Rede Globo, onde estrearam em Sangue e Areia. A partir daí, Tarcísio se tornou uma das presenças mais constantes da teledramaturgia brasileira, somando mais de 50 trabalhos entre telenovelas, minisséries e seriados.

No cinema, Tarcísio Meira se tornou um dos principais atores nos anos 70 e 1980. O primeiro filme em que atuou foi Casinha Pequenina (1963), ao lado de Mazzaropi. Entre seus maiores sucessos estão Máscaras da Traição e Independência ou Morte.

Recebeu o Prêmio APCA de melhor ator oferecido pela Associação Paulista de Críticos de Arte por sua atuação na minissérie A Muralha (2000).

Aos fãs, amigos e familiares agora só resta a saudade deste grande astro.

Como “Irmãos” tenhamos “Coragem” para enfrentar esta perda. Somente “o Tempo e o Vento” podem acalmar esta dor. Meu “Desejo” é que este “Insensato Coração” aguente firme, pois contra “a Lei do Amor“, “Muralha” alguma fica de pé, tristezas não são permitidas, apenas recordações e sorrisos. Me despeço com  um “Beijo do Vampiro” te dando a eternidade, selando as ” Páginas da Vida” e recebendo seus merecidos aplausos para sempre. Siga em paz Tarcisio Meira!!!

 

 

Comentários

Cristiane Braga
Cristiane Braga
Coordenadora da Redação do Portal RJ4,Jornalista ,Produtora de Eventos,Tv e Rádio, Cris é uma carioca apaixonada pela profissão e pelo Carnaval. Atua no setor desde 1994, quando tinha apenas 15 anos e descobriu sua vocação. Formada desde 2001 pela UGF como Bacharel em Comunicação Social. Além dos afazeres jornalísticos, ela é Manager da Cris Mattos Assessoria de Comunicação

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img