24 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, março 4, 2024
CasaEditoriasEsporteShihan Silvio Penna dá seminário para alunos de caratê da Casa da...

Shihan Silvio Penna dá seminário para alunos de caratê da Casa da Luta Nilopolitana

Data:

Notícias relacionadas

spot_imgspot_img

O mestre, que mora no Japão, visitou o local a convite de Gessé Cintra

“Uma vez um mestre me disse que pessoas altas são alvos bem grandes e que eu sou um alvo pequeno”, afirmou o shihan Silvio Penna, na quinta-feira (26/1), aos atentos alunos de caratê da Casa da Luta Nilopolitana. Shihan, título dado a mestres com graduação elevada, mede 1, 59 metros e usou a baixa estatura para mostra aos estudantes que, nesta arte marcial, o primeiro objetivo é vencer a si mesmo.

Penna foi convidado pelo shihan e amigo Gessé Cintra, diretor da instituição, para dar uma palestra aos caratecas. Assim como Gessé, pratica o Karate-do (caratê mãos vazias), e são amigos há 40 anos. Ao final do encontro, Penna recebeu o diploma de 9º Dan. Até o 6º Dan, os esportistas são submetidos a provas, mas depois eles são agraciados. A última graduação desta arte marcial é o 10º Dan.

Além do Karate-do, Penna também é mestre no Goju-ryu. Ele e Cintra foram alunos do sensei Teruo Furusho. Primeiro presidente e fundador do Yudasha Karate-do International Federation Brasil, Silvio Penna afirmou que os atletas que frequentam as aulas de caratê na Casa da Luta devem sair da condição de alunos e passarem a ser discípulos do mestre Cintra.

“Vocês têm que suportar o treinamento físico, não fazer perguntas, ter proatividade. Vamos começar trocando a palavra treino por prática, porque é a prática que leva à perfeição. A maior vitória que se pode ter é vencer a si mesmo”, garantiu o shihan, acrescentando que o Karate-do é intenso, é para sempre. Todos os participantes e o público sentado na arquibancada ouviam sua palestra com atenção.

“Kansho hanshi Silvio Penna é um patrimônio vivo, histórico do caratê brasileiro. Quem não conhece Silvio Penna, certamente desconhece a própria essência do caratê no Brasil. Ele, juntamente com kansho hanshi Gessé são referências da nossa arte marcial. O caratê brasileiro deve muito a eles”, afirmou, convicto, Igor Otávio, 4º Dan Karate do Shotokan, pela Yudansha Brasil, discípulo do mestre Gessé Cintra.

Igor Otávio tem o próprio Dojo (local de ensino da arte marcial) e alunos. “Mas a Casa da Luta é onde eu busco aprendizado e conhecimento através dos treinos”, garantiu com humildade.

Caratê

O caratê é a arte marcial japonesa com ênfase em socos e chutes. Significa mãos vazias e consiste em resolver a luta com o mínimo de golpes e da forma mais rápida possível, mantendo-se em pé e afastado dos seus adversários. Costuma-se chamar de arte de um golpe só.

Devido à natureza traumática e rápida dos golpes, é treinado em grande parte de forma individual, com repetição de exercícios e formas pré-definidas, chamadas de Kata.

Comentários

Renan Xavier
Renan Xavier
Jornalista, Colunista deste portal, produtor de Rádio e TV e produtor e coordenador de produções na Real Mídia Produtora. Apresentador no Sistema Real de Rádios: Rádio Play, Rádio Mirandela Fm, Rádio Preferida FM, e outras rádio filiais, afiliadas e parceiras na rede. Técnico em TI, audio/ som e sites.

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img