32 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
CasaColunas:Intestino x endometriose: Você sabia que existe uma ligação?

Intestino x endometriose: Você sabia que existe uma ligação?

Publicado em:

spot_imgspot_img

A endometriose é uma doença em que ocorre o crescimento de tecido do útero (endométrio) em outra região fora dele.  Podendo causar dores abdominais, cólicas menstruais, TPM intensa, infertilidade, alterações do hábito intestinal, dentre outros problemas de saúde. Mais de 190 milhões de mulheres sofrem com endometriose, 60 – 80% das mulheres com dor pélvica tem endometriose
Diagnóstico: O exame ginecológico clínico é o primeiro passo para o diagnóstico, que pode ser confirmado por exames laboratoriais e de imagem, porém, o diagnóstico de certeza, depende da realização de biópsia.

E como a alimentação pode ajudar no tratamento e redução dos sintomas da endometriose? Bom, sabemos que é uma doença inflamatória, então precisamos modular esse processo inflamatório – favorecer uma dieta antiinflamatória; Redução do consumo de carne vermelha (consumo máximo 1x na semana), ser rica em antioxidantes, vitamina C, E e D, polifenois (maçã, limão, couve e vegetais verde escuro, castanhas…), fibras (psyllium e farelo de aveia) e alimentos como gengibre, açafrão (cúrcuma), chá verde e etc…

Já no intestino, podem existir lesões endometriais – 70 a 90% no reto e sigmóide; Mesmo sem lesões intestinais a paciente pode apresentar sintomas intestinais, os mais prevalentes: Distensão abdominal e constipação.
Uma boa conduta para ajudar também na modulação intestinal, com base na alimentação seria: Reduzir gordura, fritura, açúcar, consumo de carne vermelha, aumentar consumo de fibras, aumentar fitoquímicos e inserir probióticos na rotina.

Então, sempre que for tratar a endometriose além de cuidar dessa inflamação, precisamos também olhar para o intestino da paciente, fazer uma boa modulação intestinal com comida de verdade e suplementos específicos que vão auxiliar nessa fase do tratamento.

É muito importante manter suas consultas ginecológicas em dia, pois a endometriose pode ser difícil diagnóstico, isso é uma forma de prevenção e detecção precoce da doença. Não deixe de cuidar da sua saúde, procure um nutricionista que irá te ajudar nessa caminhada!!

 

*** A coluna de hoje foi escrita pela Nutricionista Larissa Amorim, especialista em Saúde da mulher.

CRN4: 16100137

Instagram: @lari.anutri

Comentários

Vinicius Oliveira
Vinicius Oliveira
Nutricionista e Professor - Pós-graduado em nutrição esportiva, Pós-graduado em fitoterapia, Pós-graduado em gestão de alimentação

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Veja mais nas colunas

spot_img