22 C
Rio de Janeiro
sábado, junho 15, 2024
CasaEmpregosEmpreendimentoRio de Janeiro é o terceiro colocado em abertura de empresas em...

Rio de Janeiro é o terceiro colocado em abertura de empresas em 2022

Data:

Notícias relacionadas

spot_imgspot_img

295.891 novos negócios foram registrados no estado entre janeiro e novembro

O Rio de Janeiro chega ao fim do ano ocupando o terceiro lugar no ranking nacional de abertura de novos negócios, entre janeiro e novembro de 2022, segundo o Mapa de Empresas, disponibilizado pelo Ministério da Economia. Segundo a pesquisa, foram abertos 295.891 novos empreendimentos, no período, em território fluminense. O saldo final, considerando o fechamento de unidades comerciais, ficou em 175.103 novas empresas registradas. Atualmente, o Estado do Rio registra mais de 1,7 milhão de empresas ativas, segundo o boletim do ministério.

– Esse levantamento do governo federal mostra que a economia do Rio de Janeiro é a terceira mais dinâmica do país. Resultado do compromisso que assumimos de garantir um ambiente de negócios atraente e favorável aos investidores e empreendedores, possibilitando a geração de empregos e renda para a população, e o crescimento econômico de nosso estado – afirmou o governador Cláudio Castro.

O Mapa de Empresas é uma ferramenta digital que acompanha o registro empresarial no país e apresenta dados precisos e atualizados sobre a atividade produtiva no país. Ele aponta que o segmento de beleza, com negócios ativos nas atividades de cabeleireiro, manicure e pedicure, se destacou na economia fluminense este ano, totalizando 91.194 empresas abertas. Já o comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios registrou a abertura de 82.220 unidades comerciais, seguido pelo setor de fornecimento de alimentos preparados, especialmente para consumo domiciliar, que contou com a inauguração de 52.046 empresas.

“A terceira colocação do Rio no ranking é fruto de um trabalho que temos aprimorado. Com a digitalização, desburocratização e simplificação de processos, que a Junta Comercial do estado (Jucerja) tem promovido, facilitamos a vida dos empreendedores na abertura de novas empresas” – disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e relações Internacionais, Cássio Coelho.

O presidente da Junta Comercial, Sérgio Romay, explica que o levantamento do governo federal também leva em consideração os Microempreendedores Individuais (MEIs) abertos até novembro de 2022.

“Aqui na Jucerja, contabilizamos 67.173 novas empresas de janeiro a novembro, número 4% maior do que o do mesmo período em 2021. A expectativa é de um novo recorde de aberturas de empresas no final do ano. Em 2021 chegamos a um total de 72.894, maior marca nos 214 anos de história da Junta Comercial” – destacou Romay.

Comentários

Renan Xavier
Renan Xavier
Jornalista, Colunista deste portal, produtor de Rádio e TV e produtor e coordenador de produções na Real Mídia Produtora. Apresentador no Sistema Real de Rádios: Rádio Play, Rádio Mirandela Fm, Rádio Preferida FM, e outras rádio filiais, afiliadas e parceiras na rede. Técnico em TI, audio/ som e sites.

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img