25.8 C
Rio de Janeiro
terça-feira, fevereiro 20, 2024
CasaEditoriasEntretenimentoFeira Olhar Nordestino é sucesso em Nova Iguaçu

Feira Olhar Nordestino é sucesso em Nova Iguaçu

Data:

Notícias relacionadas

Abram alas para a Corte Momesca de Nilópolis

A abertura do 'Carnaval Solidário Nilópolis 2024' será no...

‘Carnaval Solidário’ Nilópolis 2024

'Carnaval Solidário'. Esse será o nome da Folia de...

Tem confete e serpentina no Carioca Shopping

  Confete, serpentina, risadas, brincadeiras e alegrias será a tônica...
spot_imgspot_img

Gastronomia, música, artesanato e literatura fizeram parte da mostra

Moradores de Nova Iguaçu, professores e alunos das oficinas do Projeto Olhar Nordestino se divertiram a valer no evento que marcou o encerramento das aulas. A alegre Feira Olhar Nordestino, realizada no Patronato no domingo, dia 11 de dezembro, mostrou a força dessa região, seus costumes, sua gastronomia, sua música e sua literatura.

As figuras emblemáticas de Lampião e Maria Bonita, representados por Rafael Silva e Lubélia Oliveira, respectivamente, tiraram muitas pessoas das mesas para dançar forró, xaxado e xote. Promotor das oficinas e da Feira Olhar Nordestino, o cantor e produtor Daniel Guerra comemorou o resultado do evento e antecipou que no próximo ano as oficinas serão oferecidas novamente, a partir de junho, culminando com uma outra mostra.

“Esse evento foi um sucesso e felicidade total. Já tenho uma emenda parlamentar aprovada. As inscrições serão abertas em maio de 2023. Novamente, vou contar com a coordenação do Instituto de Tradições Nordestinas e Populares e realização do Patronato. É importante deixar um legado e há dois alunos do curso de gastronomia que já foram encaminhados para trabalhar em um restaurante nordestino”, salientou Guerra, integrante da banda de forró Pimenta do Reino.

As cunhadas Maria Rita Miranda, 75 anos e Geni Miranda, 67 anos, estavam acompanhadas das amigas Carmem Lúcia, 64 anos, e Dilma Amaral, 83 anos. Elas praticam ginástica no mesmo local e costumam sair juntas. “Esse tipo de evento tem que acontecer mais, para que as pessoas se conheçam e descubram mais sobre a cultura nordestina. De vez em quando vamos para a Feira de São Cristóvão, mas é muito melhor quando é perto”, observou a cearense Maria Rita, moradora do Centro de Nova Iguaçu.

Professor de cordel, Edmilson Santini festejou o fato de que os 20 alunos na oficina de cordel se sentiram estimulados a desenvolver os versos rimados, ligados ao dia a dia de cada um deles e às suas memórias. Por sua vez, o oficineiro Gabriel Brum, coordenador da oficina de Maracatu ao lado de Zany Nascimento, contou que as aulas resultaram no grupo Tambores de Iguassú, que atualmente se reúne no Patronato.

Ao final da feira, houve a entrega de certificados e a apresentação dos trabalhos resultantes das oficinas, inclusive das aulas de gastronomia e produtos criados pelos alunos. A programação contou com oficina e apresentação de forró da Cia. Marcelo Marques com professora Jessica Frederico.
Também foram oferecidas oficinas de percussão com Junior Rodrigues e Maracatu Tambores de Iguassú. O evento contou ainda com apresentações de literatura de cordel com Edmilson Santini e shows do Trio Peneirada e Pimenta do Reino. Quem quis pode almoçar no local com gastronomia típica e barracas com artesanatos.

Comentários

Renan Xavier
Renan Xavier
Jornalista, Colunista deste portal, produtor de Rádio e TV e produtor e coordenador de produções na Real Mídia Produtora. Apresentador no Sistema Real de Rádios: Rádio Play, Rádio Mirandela Fm, Rádio Preferida FM, e outras rádio filiais, afiliadas e parceiras na rede. Técnico em TI, audio/ som e sites.

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img