24 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, maio 20, 2024
CasaColunas:O PULMÃO E A TRISTEZA

O PULMÃO E A TRISTEZA

Publicado em:

spot_imgspot_img

 

Pulmão é o órgão que faz a abertura do ciclo energético, faz o contato do organismo com o meio ambiente através do ar que inalamos. Tem a função de governar o Qi (energia) e a respiração.

Diz-se que o Pulmão é a residência da alma corpórea, e é nele que ocorre sua manifestação somática.
A tristeza máxima é sentida no Pulmão.

Quando a alma é agredida pela tristeza, há uma interferência no funcionamento harmônico de todo sistema respiratório impossibilitando o Pulmão de exercer corretamente sua função básica, impedindo-o de liberar o que faz mal ao organismo, fazendo-o perder sua capacidade de buscar o novo a cada inspiração, de expulsar o que não serve mais através da expiração, provocando então gripes, resfriados, bronquite, tuberculose, alergias respiratórias e de pele, pneumonia, asma, tosse seca…

Quando ocorrem perdas afetivas, o luto é inevitável. Se ele é vivenciado em sua plenitude, o Pulmão fará seu papel de de inspirar profundamente o novo e expirar o que te faz sofrer através do choro, eliminando toda a angústia.
Se o luto permanecer e se tornar crônico, o Pulmão irá enfraquecer e perderá a capacidade de buscar o novo e aceitação da vida, abrindo espaço para doenças.

Para manter o pleno funcionamento do Pulmão, cultive a alegria dentro de você e pratique diariamente a respiração consciente, assim ele terá a força e nutrição adequada para combater os agentes invasores do organismo.

terapeuta IVE BESSONI

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Veja mais nas colunas

spot_img