25.4 C
Rio de Janeiro
terça-feira, junho 25, 2024
CasaEditoriasCultura / ArtesA Editora Pingo de Luz lança um chamado pelo planeta com o...

A Editora Pingo de Luz lança um chamado pelo planeta com o livro “Por Todas as Gerações que Estão Por Vir: Severn Cullis-Suzuki”, trazendo 30 anos depois o discurso da menina que silenciou o mundo por cinco minutos na Eco-92

Data:

Notícias relacionadas

Coral O Canto da Rua se apresenta no Santuário Cristo Redentor

Nessa terça-feira, 18 de junho, às 15h, o “Coral...

Violência contra crianças aumenta 173% nos últimos três anos no Rio

Dados revelados pelo Anuário do Instituto de Segurança Pública...

Via Parque Shopping inicia campanha do agasalho

Sempre comprometido com o desenvolvimento social e com a...
spot_imgspot_img

Confirmando a importância da COP27 que ocorre entre os dias 7 e 18 de novembro no Egito, a obra comentada por Alex Nogués tem o propósito de resgatar sua verdade e inspirar as novas gerações.

Em consonância com a 27ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, a COP 27, que foi realizada no Egito de 7 a 18 de novembro de 2022, a Editora Pingo de Luz lança o livro “Por todas as gerações que estão por vir: Severn Cullis-Suzuki”, com o discurso proferido pela jovem que silenciou o mundo ao confrontar os dirigentes mundiais reunidos durante a Cimeira da Terra (Eco-92) em conferência realizada no Rio de Janeiro com o propósito de fomentar o desenvolvimento sustentável e preservar o meio ambiente:

“Estou lutando pelo meu futuro. Perder o futuro não é o mesmo que perder as eleições ou alguns pontos na bolsa de valores”.

“Eu sou apenas uma menina, mas sei que fazemos parte de uma família, uma família de cinco bilhões de pessoas; uma família, na verdade, de trinta milhões de espécies e fronteiras, e governos jamais poderão mudar isso. Sou apenas uma menina, mas sei que estamos todos no mesmo barco e deveríamos agir como um só mundo, por uma única meta”.

“Sou apenas uma menina, mas sei que, se todo o dinheiro gasto com as guerras fosse usado para buscar soluções socioambientais, acabar com a pobreza e fazer acordos, a Terra seria um lugar maravilhoso!”

Trinta anos depois, os comentários de Alex Nogués e as ilustrações de Ana Suárez, ampliam sua fala emocionada, evidenciando que reverbera mais atual e urgente do que nunca:

Pensemos em uma floresta. Destruir uma floresta que levou centenas de anos para crescer significa privar as futuras gerações das experiências que ela pode oferecer; significa negar-lhes o ar que purifica, a água que retém, sua sombra, a paisagem, as trilhas, seus frutos, sua lenha… Deveria ser perguntado a nossos filhos, netos, bisnetos e tataranetos se os motivos pelos quais uma floresta é derrubada são justificáveis. (…) a decisão de derrubar uma floresta não deveria ser tomada sem que antes fossem colocadas na balança as consequências de seu desaparecimento, num período de, por exemplo, trezentos anos.

Foto – divulgação.

A natureza somos nós. Não se trata apenas de nosso lar, de uma paisagem bonita ou de nossa fonte de recursos e de diversão; somos natureza. Existimos graças a (e em) uma imensa e antiquíssima cadeia de equilíbrios que tem superado milhares de eventos imprevisíveis.

A história se repete: vinte e sete anos depois, Greta Thunberg, uma menina, quase uma adulta, senta-se diante do parlamento da Suécia, seu país, durante três semanas inteiras e, depois, a cada sexta-feira, em protesto pela inação de seu governo diante daquele que é o desastre de maior calibre entre todos os que o homem, por desgraça, é responsável: a mudança climática. Seu ativismo deu luz ao movimento Fridays for Future, formado por gente jovem de todo o mundo que luta pelo futuro.

Este livro é um chamado e tem o propósito de inspirar as novas gerações para que possam se unir e acreditar que mais do que a esperança, carregam a potência para mudar o mundo. Nós adultos precisamos nos lembrar que crianças são crianças em qualquer lugar; têm esperanças, sonhos… têm direitos! E um desses direitos é o de viver em um meio ambiente saudável.

A obra nos convoca para pequenas ações que podem estabelecer grandes mudanças:

“Concentre sua energia em proteger as florestas que ainda existem no seu entorno. Exija que o rio que atravessa a sua cidade flua limpo e caudaloso. Lute com os seus pelo solo em que pisa. Converta seu jardim, seu pátio, sua varanda em uma esperança florida. Pense de forma global e aja de forma local!”

 

Literatura infantojuvenil, meio ambiente, discursos.

 

Site: www.editorapingodeluz.com.br

Instagram: @editorapingodeluz

Link discurso https://www.youtube.com/watch?v=IMaQCEAr6Hk

 

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img