24 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, março 4, 2024
CasaEditoriasCultura / ArtesDocumentário sobre o cineasta Ivan Cardoso, “Ivan, o TerriRvel”, será exibido especialmente...

Documentário sobre o cineasta Ivan Cardoso, “Ivan, o TerriRvel”, será exibido especialmente no dia 17 de novembro no Estação NET Botafogo 1, dentro da Mostra Fênix

Data:

Notícias relacionadas

spot_imgspot_img

O evento terá ainda um bate-papo com Ivan Cardoso e artistas que participaram de seus filmes.

No dia 17 de novembro, quinta-feira, às 20h30, o Estação Botafogo 1 abre suas portas para o cineasta Ivan Cardoso. O evento marca os 10 anos da Fênix Filmes e será uma grande oportunidade de assistir a história do cineasta Ivan Cardoso contada pelo olhar do diretor Mário Abbade em seu filme “Ivan, o TerriRvel”, além de um bate-papo após a exibição do filme, com artistas (entre eles, a atriz Nicole Puzzi) e profissionais que participaram de filmes do criador do gênero “Terrir”. O filme seguirá em cartaz no Estação Botafogo.

O cineasta Ivan Cardoso é o inventor de um subgênero cinematográfico, o terrir. Uma mistura de comédia, ao molho de chanchadas brasileiras, e de filmes de terror e suspense clássicos norte-americanos. Ainda que cultuado por uma parcela da crítica nacional e internacional, e participado de festivais estrangeiros, o seu legado segue sem a visibilidade merecida. O documentário “Ivan, O TerriRvel” promove um resgate de sua obra mesclando material de arquivo, cenas documentais, animações e reconstruções ficcionais buscando refletir sobre sua importância cinematográfica e traçar o retrato de um personagem marcante na historiografia do cinema brasileiro. O filme retrata também a parceria com o artista plástico Hélio Oiticica.

Ivan do Espírito Santo Cardoso Filho nasceu no Rio de Janeiro em 1952. O seu contato com a arte tem início quando edita no colégio um jornal em que publica sobre poesia e artes plásticas. Em 1968, quando assiste ao clássico “O Bandido da Luz Vermelha”, de Rogério Sganzerla, decide abraçar o cinema e a fotografia como formas de manifestação artística. O seu primeiro trabalho é a assistência de direção em “Sem essa, aranha”, de Sganzerla. Passa a frequentar as rodas do cinema udigrudi e a realizar trabalhos como assistente, still de produção e making-off. É dessa forma que constrói um arquivo imagético impressionante do cinema brasileiro; material preservado até os dias de hoje e que é um dos pontos estruturais do documentário “Ivan, o terrível”.

Foto – divulgação.

Serviço:

 

Exibição especial de “Ivan, o TerriRvel” – com bate-papo com o cineasta após exibição.

Dia 17 de novembro, no Estação Botafogo 1 (Rua Voluntários da Pátria, 88 – Botafogo).

Horário: 20h30.

Classificação: 18 anos.

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img