32 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
CasaEditoriasEntretenimentoDuo Santoro lança seu terceiro álbum da carreira, no Centro da Música...

Duo Santoro lança seu terceiro álbum da carreira, no Centro da Música Carioca Artur da Távola, domingo, 30/10

Data:

Notícias relacionadas

Abram alas para a Corte Momesca de Nilópolis

A abertura do 'Carnaval Solidário Nilópolis 2024' será no...

‘Carnaval Solidário’ Nilópolis 2024

'Carnaval Solidário'. Esse será o nome da Folia de...

Tem confete e serpentina no Carioca Shopping

  Confete, serpentina, risadas, brincadeiras e alegrias será a tônica...

Banda dos Amigos agita fim de semana na Barra

Já é carnaval no Rio de Janeiro, na Barra...

Fundição Progresso recebe Monobloco para dois bailes

Nesta sexta-feira, 2 de fevereiro, a Fundição Progresso será palco de...
spot_imgspot_img

Com onze obras inéditas e dedicadas ao duo, “O compositor é vivo!” é fruto da turnê nacional em cinco cidades brasileiras e faz um retrato contemporâneo da composição musical do país

Símbolo da defesa da música brasileira, o duo de violoncelos formado pelos gêmeos cariocas Paulo e Ricardo Santoro chega ao terceiro álbum de uma extensa carreira iniciada em 1990. Dando continuidade à difusão de obras de compositores nacionais – “Bem Brasileiro”, seu disco de estreia de 2013, reuniu os icônicos Villa-Lobos, Nazareth e Mahle com os contemporâneos João Guilherme Ripper, Alexandre Schubert e Ernani Aguiar, dentre outros – o DUO SANTORO lança, no dia 30 de outubro, domingo, às 11h, no Centro da Música Carioca Artur da Távola (Tijuca), seu novo álbum de inéditas, “O compositor é vivo!”, atravessando a fronteira fluminense, temática principal de “Paisagens Cariocas”, seu segundo disco, lançado em 2017.

            Disponível a partir do dia 25 de outubro nas principais plataformas musicais de streaming (Apple Music, Spotify, Deezer, YouTube Music, Amazon Music, Tidal), o álbum digital é fruto da turnê nacional do projeto “O compositor é vivo!”, realizada entre os meses de abril e junho deste ano, quando os irmãos se apresentaram em cinco cidades brasileiras: Mariana (MG), Corumbá (MS), Vitória (ES), Belém (PA) e São Luís (MA). Com o patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e realização da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo e do Governo Federal, o lançamento reúne as onze composições inéditas apresentadas na turnê, escritas e dedicadas especialmente ao duo. “Deixamos estas músicas para a posteridade, na esperança de que novos compositores brasileiros se animem a escrever para o Duo Santoro”, aponta Ricardo Santoro. “Hoje conseguimos transformar em realidade um sonho que começou em abril, com o primeiro dos cinco concertos realizados”, complementa.

            O ponto de partida da jornada musical contemporânea se faz com as peças “As asas são sempre leves” e “De bem com a vida”, do compositor paraense Luiz Pardal, revelando o estilo fronteira de escrever deste professor aposentado da Universidade Federal do Pará, onde o popular e o erudito caminham livremente nesta versão para dois violoncelos encomendada pelo Duo Santoro em 2022. Em seguida, o compositor mineiro Eli Joory, na faixa “Janeiro no Rio”, registra em pauta os tempos em que morou na cidade do Rio de Janeiro. De sonoridade vigorosa e expressiva, a música explora diversos elementos característicos da música brasileira. Radicado no Rio de Janeiro, o compositor mineiro Alexandre Schubert usou como fonte de inspiração para a sua “Casario de Minas” as casas das cidades históricas do seu estado natal, musicalizando sua beleza arquitetônica, o prazer de caminhar pelas ruas e ladeiras e o cheiro do bom café.

            Compositor de trilhas sonoras de diversos filmes brasileiros, o compositor maranhense Joaquim Santos escreveu “Galope e Romance” na tradicional forma A-B-A, baseada, em muitos momentos, em cenas do sertão nordestino brasileiro. Já “Rapsódia em Duo”, escrita por Chico Chagas – compositor acreano de nascimento e capixaba por opção – apresenta, como toda rapsódia, uma forma livre, passeando por vários temas com características eruditas e populares. Como o próprio título sugere, a obra é uma homenagem à famosa “Rapsódia in Blue”, de Gershwin. Escrita em três movimentos pelo compositor e maestro sul-mato-grossense Eduardo Martinelli, a “Mini Suíte Mestre Pantaneiro” é baseada em melodias do mestre pantaneiro da viola de cocho “Agripino”.  Seus três movimentos são “Cor de Canela”, “Air” e “Marrequinha”, esta última uma das mais famosas e conhecidas músicas do pantanal mato-grossense.

            Natural de Mato Grosso do Sul, Cyro Delvizio realça sonoridades nativas em “Passacaglia em ritmo de Guarânia”. Passacaglia é um estilo de composição musical baseado em um tema, repetido constantemente no baixo e em variações sobre esse tema na melodia principal. Guarânia é um estilo que teve origem no Paraguai, influenciando a música folclórica do Mato Grosso do Sul. Composta pela maestrina e compositora paraense Cibelle J. Donza, professora da Universidade Federal do Pará, “Olho d’água” alterna momentos vigorosos e líricos, expressos em danças e lundus através de efeitos característicos da linguagem violoncelística.  Em “Retrato de Dona Melancolia e Dona Solidão no alpendre da velha casa”, Antonio Celso Ribeiro se inspira nas imagens vivenciadas em sua infância em Pouso Alegre (MG) – hoje o compositor é radicado em Vitória. Natural de Garibaldi (RS) e atualmente professor na Universidade Federal do Maranhão, Ricardo Mazzini Bordini encerra a viagem sonora com “O esvoaçar das tranças ao bulício saltitante das meninas”, uma constante e ininterrupta conversa alegre e divertida entre os dois violoncelos.

SERVIÇO:

Dia 30/10, domingo – Duo Santoro lança o álbum “O Compositor é Vivo!” no Centro da Música Carioca Artur da Távola

Horário:11h

Endereço: Rua Conde de Bonfim, 824, Tijuca

Ingressos: R$30,00 (inteira) / R$15,00 (meia) Vendidos na bilheteria

Capacidade: 161 lugares

Telefone: (21) 3238-3831

Comprar ingressos online: https://organizador.sympla.com.br/evento/preview/ff2b993daf940a3d502af7b8acb23b6e

Programa do concerto:

Luiz Pardal – As asas são sempre leves

Luiz Pardal – De bem com a vida

Cyro Delvizio – Passacaglia em ritmo de Guarânia

Alexandre Schubert – Casario de Minas

Eli Joory – Janeiro no Rio

Joaquim Santos – Galope e Romance

Ricardo Mazzini Bordini – O esvoaçar das tranças ao bulício saltitante das meninas

Eduardo Martinelli – Mini Suíte Mestre Pantaneiro

Tim Rescala – Espelho

Adriano Giffoni – Sandrino no choro

Ouvir o álbum digital “O compositor é vivo!” – Duo Santoro

https://tratore.ffm.to/ocompositorevivo

Comentários

Renan Xavier
Renan Xavier
Jornalista, Colunista deste portal, produtor de Rádio e TV e produtor e coordenador de produções na Real Mídia Produtora. Apresentador no Sistema Real de Rádios: Rádio Play, Rádio Mirandela Fm, Rádio Preferida FM, e outras rádio filiais, afiliadas e parceiras na rede. Técnico em TI, audio/ som e sites.

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img