32 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
CasaEditoriasEntretenimentoQUATRO CANTOS 2 – INDEPENDÊNCIA E MÚSICA A MÚSICA COMO ELO...

QUATRO CANTOS 2 – INDEPENDÊNCIA E MÚSICA A MÚSICA COMO ELO NA HISTÓRIA DE BRASIL E PORTUGAL

Data:

Notícias relacionadas

De Piaf a Elis: música e dança flamenca no cinema

O espetáculo-filme "De Piaf a Elis: música e dança...

Viviane Araújo esbanja simpatia no camarote Inimigos do Fim

Neste Carnaval 2024, Viviane Araújo é Rainha do camarote...

Abram alas para a Corte Momesca de Nilópolis

A abertura do 'Carnaval Solidário Nilópolis 2024' será no...

‘Carnaval Solidário’ Nilópolis 2024

'Carnaval Solidário'. Esse será o nome da Folia de...
spot_imgspot_img

Arranco de Varsóvia, Verônica Sabino com Marcelo Caldi, Duo Gisbranco, Miltinho (MPB4), Fabio Rizental e Julie Wein estão reunidos em show com transmissão on-line e narração de Aquiles (MPB4).

No dia 8 de outubro, vai ao ar, pelo canal da TV Ziriguidum (https://www.youtube.com/c/Ziriguidum) no YouTube, o show “Quatro Cantos 2 – Independência e Música”, projeto da Cabanas Produções, que conta com o incentivo do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através do Edital Retomada Cultural RJ2. A apresentação, que comemora o bicentenário da Independência do Brasil, reúne artistas independentes: o grupo Arranco de Varsóvia, a cantora Verônica Sabino acompanhada por Marcelo Caldi, o Duo Gisbranco – formado por Bianca Gismonti e Claudia Castelo Branco –, o guitarrista Fabio Rizental, Miltinho do grupo MPB4 e a revelação Julie Wein. E, se “navegar é preciso”, nada melhor do que marcar a data singrando os mares da música brasileira que, há muito tempo, conquistou Portugal e tornou-se um laço ligando os dois países.

A proposta é mostrar como importantes compositores da nossa música dialogaram em suas obras com o universo musical, temático e linguístico de Portugal. No repertório, pérolas como “Saudade do Brasil em Portugal” (Vinícius de Moraes), “Tanto mar” (Chico Buarque), “Vira virou” (Kleiton Ramil), “Um fado” (Ivan Lins / Vitor Martins), “Os argonautas” (Caetano Veloso), “Sabiá” (Tom Jobim e Chico Buarque) e “Encontros e despedidas” (Milton Nascimento e Fernando Brant).

“O diálogo musical entre os dois países é tão rico que a canção ‘Tanto mar’ tornou-se o hino da redemocratização portuguesa, depois da Revolução dos Cravos, em 1974”, conta Marcelo Cabanas, diretor da Cabanas Produções, que aponta ainda a semelhança entre aquele momento da Revolução dos Cravos, que derrotou o fascismo em Portugal, e a situação atual do Brasil.

O show foi gravado on-line no 2R Estúdio. Arranco de Varsóvia, grupo vocal de samba; Verônica Sabino, cantora consagrada com três décadas de carreira; Gisbranco, duo de piano e voz formado por Bianca Gismonti e Claudia Castelo Branco; o guitarrista Fabio Rizental; o veterano Miltinho do MPB4 e a jovem Julie Wein, cantora e compositora que acabou de lançar seu primeiro álbum, revezam-se interpretando pérolas da MPB na apresentação que será exibida no dia 8 de outubro, com narração de Aquiles (MPB4), no canal TV Ziriguidum, no YouTube.  Lá também estará disponível making of com os bastidores das gravações. Tudo com tradução em Libras.

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img