21 C
Rio de Janeiro
domingo, julho 14, 2024
CasaEditoriasEducaçãoEscritora ítalo-brasileira promove mudanças nos hábitos alimentares de crianças com livro ambientado...

Escritora ítalo-brasileira promove mudanças nos hábitos alimentares de crianças com livro ambientado na Europa

Data:

Notícias relacionadas

Evento reúne educadores para debater a Educação em Duque de Caxias

“Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem...

Justiça anuncia medidas de combate às drogas com enfoque na educação

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski,...

Faetec oferece mais de 2.700 vagas para cursos técnicos no estado do Rio

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), instituição...

Observatório Internacional da Juventude lança a 2ª Edição do Programa Jovens Negociadores pelo Clima

O Observatório Internacional da Juventude (OIJ), uma entidade sediada...

Cursos profissionalizantes grátis em São João de Meriti

O Instituto Vieira, em São João de Meriti, está...
spot_imgspot_img

Em “Luke, o macaco atleta”, protagonista percorre países do Velho Continente para combater a obesidade infantil, tendo a Itália como parte do roteiro.

A cena do simpático macaco conversando com seu amigo lobo sobre os benefícios de uma vida saudável, tendo o famoso Coliseu ao fundo, não deixa dúvidas de que a dupla está em Roma. A cidade italiana é um dos pontos de parada de “Luke, o macaco atleta” em sua saga contra a obesidade infantil nos países europeus. A escolha não é por acaso. A autora do livro, Isa Colli, é ítalo-brasileira e fez questão de incluir na história a sua segunda casa.

Adotado por escolas no Brasil, na Itália e outros países europeus, o título infantil está ajudando a mudar os hábitos da garotada. Os pequenos se inspiram no macaco que mantém uma alimentação saudável e pratica atividades físicas, diariamente. Preocupado com a obesidade, um dos principais problemas de saúde da atualidade, ele decide convencer as pessoas e os animais a seguir seu estilo de vida. De maneira lúdica, a história mostra que as comidas gordurosas, frituras, alimentos processados e tantas outras guloseimas devem ser ingeridas com cautela, porque podem provocar muitas doenças, como colesterol alto e diabetes.

“As crianças são influenciadas, positivamente, pelo exemplo do macaco atleta. Fico feliz de estar multiplicando ações positivas. Todos sabemos que uma criança bem nutrida corre menos risco de ficar obesa e, além disso, terá um melhor rendimento escolar”, afirmou Isa.

Pouco antes da pandemia, o livro Luke ganhou destaque em um evento do Pacto de Milão, no Rio de Janeiro, como exemplo de prática pedagógica bem sucedida.

 

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img