27.2 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, março 4, 2024
CasaCultura / ArtesCarnavalOs Jovens a serviço do samba

Os Jovens a serviço do samba

Data:

Notícias relacionadas

spot_imgspot_img

Ai Cacildis! Lins Imperial aposta na jovialidade do seu 3°casal para surpreender na avenida.

O Carnaval Carioca deste ano terá uma linda estreia. Nossa equipe conseguiu uma exclusiva com Ana Clara e João Victor, o mais jovem casal que pisará na Marquês. Ambos com 15 anos, eles são o terceiro casal de uma tradicional agremiação do subúrbio do Rio.
Conheça um pouco sobre cada um desses novos valores que integram a verde e rosa do Lins.

João Victor -” Acreditar em si mesmo, sempre buscando conhecimento para alcançar o seu sonho, tudo leva tempo, então vá devagar para alcançar tudo que você sonhar!”

Desde os sete anos João se interessou por viver do mundo do samba.
Iniciou a carreira na Pimpolhos da Grande Rio, passando também pelo Império Serrano e Império do Futuro.
Sua trajetória como Mestre Sala começou no Projeto Madureira Toca, Canta e Dança. Atuou pela Filhos da Águia e pelo Império Ricardense.
Paralelo a tudo, João Victor faz parte da Torcida Soberanos Beija Flor e, foi ali que nasceu a parceria com Ana Clara que dura cinco anos.

Os dois viraram defensores do pavilhão da torcida em 2016 e passaram a se apresentar junto a Beija Flor de Nilópolis.
Neste mesmo ano, entrou para o Instituto Beija Flor onde foi amadrinhado por Selminha Sorriso e Claudinho. O jovem também teve aulas com Mestre Machine e desponta como uma das maiores promessas deste ano.
Feliz na Lins, ele se sente honrado em desfilar e diz que embora tenha a tensão pré carnaval sua bagagem o mantém tranquilo.

 

Ana Clara – ” Preparar o físico e o mental. Conduzir o pavilhão é uma super responsabilidade temos que estar preparados para isso, e o motivo de ser jovem pesa mais ainda.”

Quem olha para a delicada Ana Clara não faz ideia da força e experiência que ela tem.

Com seis anos ja desfilava na Deusa da Passarela com sua mãe. Se tornou passista em 2017 pelas mãos do falecido Mestre Laila, mas encontrou-se verdadeiramente ao se integrar as aulas do Instituto Beija Flor.
Por sua elegância e porte, Ana foi chamada para ser a primeira Porta Bandeira na histórias das Torcidas Organizadas, representando a Soberanos.

A parceria com João vem cada vez dando mais certo.
Ana relembra o dia do convite para desfilar pela escola:

“Em 2020 o enredo da Lins Imperial foi a Pinah, e no dia da escolha do samba a Soberanos foi convidada para se apresentar na quadra, e fui representando a Torcida com meu pavilhão.
No dia meu mestre sala( João) não pode ir, pois tinha outro evento, e dancei com o Paulo Roza, antigo 2° mestre sala da Lins Imperial. No entanto, eles me elogiaram muito, e ficaram entusiasmados pelo fato de eu ser bailarina.
Meses depois surgiu o convite.” – revela Ana Clara.

Essas duas joias não sentem o peso de carregar o pavilhão. Ana esta animada por realizar tão cedo este sonho e, João se sente honrado e preparado para o desafios.

“Temos que mostrar que o Carnaval não está acabando e que somos o futuro!” – encerra a Porta Estandarte.

A Lins será a primeira agremiação da segunda noite da Série Ouro, com enredo “Mussum Pra Sempris – Traga o Mé que hoje com a Lins vai ter muito samba no pé”.

Comentários

Cristiane Braga
Cristiane Braga
Coordenadora da Redação do Portal RJ4,Jornalista ,Produtora de Eventos,Tv e Rádio, Cris é uma carioca apaixonada pela profissão e pelo Carnaval. Atua no setor desde 1994, quando tinha apenas 15 anos e descobriu sua vocação. Formada desde 2001 pela UGF como Bacharel em Comunicação Social. Além dos afazeres jornalísticos, ela é Manager da Cris Mattos Assessoria de Comunicação

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img