26 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
CasaEditoriasCultura / ArtesIlca Barcellos abre a exposição 'Squatters' no Espaço Cultural Correios Niterói, no...

Ilca Barcellos abre a exposição ‘Squatters’ no Espaço Cultural Correios Niterói, no dia 12 de março, com curadoria da Tartaglia Arte

Data:

Notícias relacionadas

De Piaf a Elis: música e dança flamenca no cinema

O espetáculo-filme "De Piaf a Elis: música e dança...

Orientações indispensáveis para curtir o carnaval com saúde

À medida que o carnaval se aproxima, a expectativa...

Filme brasileiro premiado na Europa será lançado no Rio

O cinema inegavelmente é uma das mais importantes manifestações...
spot_imgspot_img

A mostra traz um conjunto de meta-trabalhos que se conectam com o público, misturando a arte e a ciência.

 

A artista plástica Ilca Barcellos abre a exposição ‘Squatters’, no Espaço Cultural Correios Niterói, com curadoria da Tartaglia Arte, onde apresenta um conjunto de meta-trabalhos, misturando a arte e a ciência, resultado de sua trajetória como artista e bióloga.

A mostra traz uma instalação e dez colagens digitais, realizadas entre 2010 e 2020, levando o observador a transitar entre a arte e a natureza, entre o estático e o mutável, entre o controle e o acaso. É impossível ver uma obra de Ilca Barcellos sem uma reação. O espectador sente, ao mesmo tempo, o poder e a delicadeza das obras expostas, criando imediatamente uma conexão.

O termo “Squatt” significa, em inglês, o ato de ocupar espaços sem uso por pessoas que não tem moradia – os “Squatters” (posseiros) – e, também, por aqueles que os utilizam em suas manifestações artísticas. A artista Ilca Barcellos faz exatamente isso: apropria-se do espaço com sua instalação “SQUATTERS”. Trata-se de um conjunto de seres fictícios – esculturas em cerâmica e espuma expansiva – mimetizados e camuflados entre elementos da flora natural. Exposta previamente na Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba de 2019, nesta instalação seres naturais e ficcionais se aproximam, pela forma, pelas cores e/ou pela textura. A poética da vida e do mutável ocupa o espaço museológico, previsível e fixo.

Para além desta instalação, a mostra apresenta também colagens digitais (nomeadas crossing-over). Recuperando o conceito do geneticista Thomas Morgan, as colagens recombinam fragmentos de desenhos realizados entre 2017 e 2020, e fotografias da exposição Squatting realizada em 2011, na qual as esculturas cerâmicas de Ilca Barcellos ocuparam o jardim do Museu Histórico de Santa Catarina.

Os trabalhos expostos revelam-se como uma intersecção de obras realizadas ao longo de uma década em faturas diversas – esculturas, instalações, desenhos e fotografias. Construídos por meio do diálogo entre arte e ciência, o natural e o artificial, o controle e o acaso, sintetizam em seu conjunto o próprio percurso artístico de Ilca Barcellos: “Iniciei na arte pelo tridimensional e pela cerâmica, aos poucos fui explorando outras faturas e linguagens: instalações, desenhos, esculturas, colagens e pinturas”. Indagada sobre quais palavras representam a exposição “squatters”, Ilca Barcellos responde: “pulsar e transgredir”!

“Por meio das colagens digitais nomeadas Crossing-over, amalgamam-se fragmentos de desenhos realizados em 2019 e de esculturas cerâmicas fotografadas em sua montagem, na supracitada exposição Squatting. Ao utilizar estes registros fotográficos e desenhos como suporte para elaboração de novos trabalhos, Ilca Barcellos coloca em questão as relações entre o bi e tridimensional, entre o dentro e o fora, entre a obra e sua representação; revela tanto o acaso na natureza e como na criação artística. Estes trabalhos recriam uma paisagem onírica em que se entrelaçam camadas de linguagens distintas; perde-se a noção da perspectiva, bem como as referências do que é representação e do que é obra”. (Gisela B. de Souza – Profa. Dra. da Escola de Arquitetura da UFMG).

 

Serviço.

 

Exposição: “Squatters”.

Artista: Ilca Barcellos.

Curadoria: Tartaglia Arte – Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez.

Abertura: 12 de março de 2022, às 14h.

Visitação: de 14 de março a 23 de abril de 2022.

Dias e horários: de segunda a sexta, das 11h às 18h e sábado das 13h às 17h.

Local: Espaço Cultural Correios Niterói – 1º pavimento, sala I.

Endereço: Av. Visconde do Rio Branco, 481 – Centro – Niterói – RJ.

Entrada franca.

Censura Livre.

Realização: Tartaglia Arte.

 

Por: Clilton Paz.

Fonte: Paula Ramagem.

Fotos: Divulgação.

 

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img