25.8 C
Rio de Janeiro
terça-feira, fevereiro 20, 2024
CasaEditoriasO povoCidade do Rio de Janeiro retira obrigatoriedade de máscaras em locais fechados

Cidade do Rio de Janeiro retira obrigatoriedade de máscaras em locais fechados

Data:

Notícias relacionadas

Plano de Segurança da Prefeitura de Nilópolis para o Carnaval Solidário é um sucesso

Única cidade entre os treze municípios da Baixada Fluminense...

Prefeito de Belford Roxo anuncia inaugurações de unidades de saúde

Saúde é prioridade. O prefeito de Belford Roxo, Wagner...

Prefeitura de Nilópolis abre inscrição para doação de animal doméstico

A Prefeitura de Nilópolis abriu sexta-feira (16/02) inscrições para...

Nilópolis trava luta contra Aedes Aegypti

Nilópolis, um dos menores municípios do estado do Rio...
spot_imgspot_img

A Prefeitura do Rio de Janeiro liberou totalmente o uso de máscaras na cidade, em locais abertos e fechados. A decisão veio após reunião do Comitê Científico do município, na manhã desta segunda-feira (7/3). A medida passa a valer a partir de terça-feira (8/3), quando será publicada no Diário Oficial.

As máscaras já estavam liberadas em locais abertos desde outubro de 2021, mas, em ambientes fechados, seu uso permanecia obrigatório. O secretário de Saúde, Daniel Soranz, anunciou a desobrigação da proteção e justificou que os números de casos graves e internações de Covid-19 estão em constante queda.

“Considerando o panorama epidemiológico que temos atualmente, a menor taxa de Covid desde o começo da pandemia, nosso Comitê Científico pode recomendar a desobrigação do uso de máscaras na cidade. Os indicadores dão muita segurança para essa medida, temos muita segurança para desobrigar”, afirmou o secretário em entrevista coletiva nesta manhã.

A exigência do passaporte vacinal, entretanto, será mantida. Atualmente, o panorama epidemiológico na cidade mostra que o Rio tem a menor taxa de Covid-19 desde o começo da pandemia, assim como o números de transmissão. Já o índice de internações é de menos de 1%. Hoje, de cada 100 pessoas que fazem teste, menos de 5% dão positivo.

A prefeitura já havia comunicado uma possível liberação desde a última semana. A reunião estava marcada para o dia 14, mas, a pedido do prefeito, Eduardo Paes, foi antecipada para a manhã desta segunda. A recomendação é que pessoas não vacinadas, com imunossupressão e com comorbidades façam uso do acessório de proteção.

“A gente ainda recomenda que pessoas que tenham imunossupressão, comorbidades e não vacinados continuem usando máscaras. Pessoas com sintomas respiratórios devem seguir com o uso de máscaras também”, disse Soranz.

Passaporte vacinal

O Comitê Científico também decidiu esperar para liberar a exigência do passaporte vacinal. Segundo os especialistas, a cidade deveria atingir o percentual de 70% da população imunizada com o reforço para que este cenário acontecesse, justamente para não desestimular a dose de reforço.

Em seu perfil no Twitter, Eduardo Paes afirmou que a população e os turistas serão desobrigados a apresentar a carteira de vacinação daqui a três semanas.

“Cumprindo as determinações do Comitê Científico, amanhã sai decreto acabando com a obrigatoriedade de máscaras em espaços abertos e fechados. Com um esforço para vacinar aqueles que podem tomar dose de reforço, em três semanas acabamos também com o passaporte”, escreveu o prefeito.

Comentários

Renan Xavier
Renan Xavier
Jornalista, Colunista deste portal, produtor de Rádio e TV e produtor e coordenador de produções na Real Mídia Produtora. Apresentador no Sistema Real de Rádios: Rádio Play, Rádio Mirandela Fm, Rádio Preferida FM, e outras rádio filiais, afiliadas e parceiras na rede. Técnico em TI, audio/ som e sites.

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img