21 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, julho 15, 2024
CasaEditoriasEducaçãoPrefeitura de Nilópolis realiza ‘chamamento público’ para atrair alunos para a EJA

Prefeitura de Nilópolis realiza ‘chamamento público’ para atrair alunos para a EJA

Data:

Notícias relacionadas

Evento reúne educadores para debater a Educação em Duque de Caxias

“Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem...

Justiça anuncia medidas de combate às drogas com enfoque na educação

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski,...

Faetec oferece mais de 2.700 vagas para cursos técnicos no estado do Rio

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), instituição...

Observatório Internacional da Juventude lança a 2ª Edição do Programa Jovens Negociadores pelo Clima

O Observatório Internacional da Juventude (OIJ), uma entidade sediada...

Cursos profissionalizantes grátis em São João de Meriti

O Instituto Vieira, em São João de Meriti, está...
spot_imgspot_img

Secretaria de Educação quer que jovens, adultos e idosos voltem às salas de aula.

 

Um grupo de profissionais de educação tem tido uma rotina diferente nesse período de férias escolares: está conversando com pessoas nas filas de bancos, lotéricas, postos de saúde e escolas da rede municipal de ensino de Nilópolis. Tudo para fazer com que ex-estudantes com 15 anos ou mais – sejam jovens, adultos ou idosos – retornem aos bancos escolares na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA). É o que a Secretaria Municipal de Educação nomeou como ‘chamada pública’.

Além disso, professores e outros servidores da área realizam a ‘busca ativa’ de alunos que já fizeram a inscrição e abandonaram as salas de aula. “A busca ativa é constante, promovida durante todo o ano. Falamos com os parentes de pessoas que pararam de estudar quando estão no colégio, realizamos o projeto Supera, no final de semana, para atrair os alunos que faltam durante a semana”, afirmou Renata Macedo, que integra a Coordenação da EJA com Carla Andrea Mauler, Cláudia Araújo e Andréia Sheila Gomes.

Na rede municipal de Nilópolis, a EJA abarca o Ensino Fundamental. “Com o endereço e o telefone dos alunos cadastrados, vamos com o carro da Secretaria até a residência deles. Muitos largaram as aulas durante a pandemia porque ficaram desempregados e buscaram trabalho temporário em empresas de aplicativos de entrega, por exemplo”, citou Carla Andrea Mauler.

Aguardando na fila para atendimento no banco Itaú, Andrea Cláudia Ferreira, 47 anos, com filhos e já avó, pegou um folheto e ouviu com atenção as palavras da equipe, pois pensa em voltar a estudar. “Tenho vontade de retornar, parei de estudar na 5ª série. Tive uma série de problemas particulares e meu sonho é estudar enfermagem”, contou ela, que mora no bairro Cabral.

O aposentado Ailton Nascimento, morador de Mesquita, pegou o panfleto e iria levar para a sobrinha Luana, de 25 anos, que interrompeu os estudos na 5ª série. “Ela teve que cuidar da casa e vejo que essa é uma boa oportunidade para Luana voltar à escola. Bom saber que o aluno da EJA, na rede municipal, não precisa ser morador daqui”, comemorou.

Edinéia Souza Alves, 71 anos, concluiu o ensino fundamental no EJA, há 21 anos. “Eu terminei o 9º ano e comecei o 1º ano do ensino médio no colégio Mário Quintana. Infelizmente, tive que parar e fui trabalhar como cuidadora de idosos. Meu sonho era estudar enfermagem”, relatou a senhora moradora do Centro. Ela, atualmente, toma conta dos netos.

Em 2020, profissionais da educação distribuíram panfletos sobre a inscrição no EJA em feiras livres da cidade. A equipe já se preparou para repetir a ação na feira livre da Avenida Mirandela, dia 30 de janeiro, a partir das 9h. A ideia é montar uma barraca na altura das Lojas Americanas para divulgar o EJA e também fazer a matrícula na hora, para quem quiser.

 

Por: Clilton Paz.

Fonte: Prefeitura de Nilópolis | Coordenadoria de Comunicação.

Fotos: Divulgação.

 

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img