20.2 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, julho 19, 2024
CasaNotíciasShopping Boulevard, Sated-RJ, LBV, Super Rádio Brasil e Ação da Cidadania –...

Shopping Boulevard, Sated-RJ, LBV, Super Rádio Brasil e Ação da Cidadania – uma parceria de respeito ao doar cestas básicas

Data:

Notícias relacionadas

spot_imgspot_img

Através da campanha “Sated alimenta a arte” muitos artistas não passaram fome.

 

Desde março de 2020, quando o mundo parou em virtude do anúncio da pandemia do coronavírus, começamos a observar um agravamento no processo de gerar a ordem nos campos social, econômico, alimentar e demais setores. No Brasil, não foi diferente. Aqui, a fome aumentou mais ainda. No total são 116,8 milhões de pessoas vivendo em situação de insegurança alimentar no país, número equivalente a duas vezes a população da Argentina.

Foto – Divulgação.

Segundo dados pesquisados pela Rede PENSSAN, o percentual de lares em insegurança alimentar grave (fome) nas regiões brasileiras beira a ordem de 18,01% no Norte; 13,8%, no Nordeste; 6,9% no Centro-Oeste; e 6% no Sul e no Sudeste; além disso, 11,1% dos lares chefiados por mulheres enfrentam a fome. Os dados são do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil.

Com isso, houve, consideravelmente, um aumento dos índices de desemprego, atingindo a marca de 14,1 milhões de pessoas desempregadas, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada em dezembro de 2020. De lá pra cá, este quantitativo se modificou, pois estes flagelos continuam a assombrar a sociedade, principalmente, os mais necessitados, é a alta nos preços dos alimentos.

Foto – Divulgação.

Como consequência ações sociais cresceram e ganharam fôlego, na tentativa de minimizar o impacto negativo criado pelo coronavírus. Instituições como a Legião da Boa Vontade, a Ação da Cidadania, o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro, uniram-se para ajudar aos mais necessitados. Dessa forma, a busca de parceiros que pudessem doar alimento, amor e carinho, tornou-se de suma importância, como foi o caso do Shopping Boulevard, em Vila Isabel, que na comemoração dos seus 25 anos de fundação propôs arrecadar alimentos não perecíveis para ajudar famílias e instituições.

Para o produtor cultural e ator Henrique Sathler, idealizador da campanha “Sated-RJ alimenta a arte” – “Na verdade, essa ajuda já havia começado logo assim que a pandemia se iniciou, e naquela parte mais crítica, que ninguém saia na rua”. E observa a importância da adesão da LBV quando o assunto era juntar forças para alimentar os artistas – “Entrei em contato e a LBV veio e começou a nos ajudar, foi uma ajuda muito importante. Com isso a gente conseguiu atingir mais associados, a campanha teve mais visibilidade e alguns associados também depositavam através do pix, outros iam lá e compravam mais máscaras, compravam 5, 6 e assim, a campanha foi tomando corpo e começamos a ajudar as pessoas, os associados”.

Sathler ressalta a importância da parceria de instituições, principalmente num processo de grave crise financeira e eucarística, quando os teatros tiveram que fechar as suas portas e a cultura parou de atuar. “A parceria da LBV foi extremamente importante, então essa campanha vem ajudando não só artistas associados, mas também o artista que não é sindicalizado, por que a prioridade é alimentá-los com alimentos não perecíveis, com carinho e atenção também, de distribuir para as pessoas, pois o artista requer atenção”. Sathler também ressalta a importância de gestores institucionais, como o ator Hugo Gross, que no momento preside o Sated-RJ. “A gestão do Hugo Gross, presidente, foi muito importante nesse momento, pra campanha Sated alimenta a arte”.

Foto – Divulgação.

Por: Clilton Paz.

Fotos: Clilton Paz.

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img