21 C
Rio de Janeiro
domingo, julho 14, 2024
CasaEditoriasCultura / ArtesDança, teatro, poesia e música embalam relações humanas em “Teus olhos, meus...

Dança, teatro, poesia e música embalam relações humanas em “Teus olhos, meus versos”

Data:

Notícias relacionadas

spot_imgspot_img

O espetáculo do grupo brasiliense Ímpar Dança-Teatro promete envolver o público carioca nos dias 13 e 14 de novembro.

 

Na sessão de domingo, haverá intérprete de Libras.

 

As artes tornam ainda mais belas e ricas as relações humanas. Combinando dança, teatro, música e poesia, o espetáculo “Teus olhos, meus versos”, do grupo brasiliense Ímpar Dança-Teatro, é prova disso. Com patrocínio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, a produção estreou no Distrito Federal, em 2018 e agora chega ao Rio para duas apresentações nos dias 13 e 14 de novembro (sábado e domingo), às 14h, no Teatro Angel Vianna, que fica no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, na Rua José Higino, 115, na Tijuca. Os ingressos têm preços populares – R$ 10 e R$ 20 – e podem ser comprados no site da plataforma Sympla.

Foto – Divulgação.

“Teus olhos, meus versos” tem a assinatura de Naedly Franco, diretora e fundadora do grupo Ímpar Dança-Teatro, que convidou o coreógrafo carioca Mickael Veloso para criar com ela as criativas coreografias, que envolvem e provocam grande impacto no público, ao som de uma potente trilha sonora.

O espetáculo nasceu como uma proposta de dança, mas foi provocando tantas reflexões sobre os relacionamentos afetivos, que passou a envolver outras manifestações artísticas, como a poesia. A partir dessa necessidade de agregar linguagens, o espetáculo virou uma obra de dança-teatro. “Foi quando fundei o grupo Ímpar Dança-Teatro, para concretizar a mudança na forma de fazer arte. Me inspirei em nomes como Pina Bausch e em uma forma de trazer mais reflexão, expressão, mais falas dentro da dança. Neste espetáculo, trazemos poemas para falar das relações humanas de todos os tipos”, pontua a diretora Naedly Franco.

As reflexões sobre o autoconhecimento e as relações interpessoais tornaram-se ainda mais necessárias durante a pandemia, o confinamento intensificou a convivência entre familiares, em que foi preciso exercitar o respeito pelo espaço do outro, além de rever e resgatar os relacionamentos. Foram esses sentimentos e essas emoções vividas tão intensamente que deram ainda mais força e energia ao espetáculo e ao trabalho dos bailarinos/atores.

Foto – Divulgação.

Serviço.

 

“Teus olhos, meus versos”.

Datas: 13 e 14 de novembro (sábado e domingo).

Horário: 14h.

Local: Teatro Angel Vianna, Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro.

Endereço: Rua José Higino, 115, Tijuca.

Na sessão de domingo, haverá intérprete de Libras.

Duração: 1 hora.

Censura: 12 anos.

 

Por: Clilton Paz.

Fonte: Sheila Gomes.

 

 

 

 

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img