24 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, maio 20, 2024
CasaColunas:Liberdade de Expressão

Liberdade de Expressão

Coluna de Marcelo Teixeira

Publicado em:

spot_imgspot_img

É livre a manifestação do pensamento, assim diz a nossa Constituição e como um cidadão constitucional, longe de mim questionar tal afirmação. Entretanto, da mesma forma que é livre a manifestação do pensamento, quem se manifesta não pode se eximir de responder pelo que disse, ou seja, se o que eu disser for contrário às leis e a ordem, eu não posso me esconder, até porque dizer no anonimato é proibido, exatamente para que o sujeito seja identificado caso extrapole a realidade.

Não, ninguém está amordaçando ninguém, ninguém está proibindo ninguém de falar, mas a lei impõe limites a essa livre manifestação do pensamento, não podemos fazer confusão, não cabe achar que ameaças de morte são meras palavras ao vento, principalmente quando elas são proferidas por pessoas que têm um grande poder de influência. A mesma Constituição que libera a manifestação do pensamento, deixa claro que a vida é inviolável, assim como o é a segurança. Existem pessoas que querem fazer leituras parciais da legislação porque isso as satisfaz, mas isso não passa de uso mau caráter dos nossos códigos.

Quero saber se existe alguém que se sentiria confortável ao saber o dia e a hora marcados para a sua execução. Olha, você vai ser morto no dia X, só não será se fizer o que eu quero. Lamentavelmente, algumas pessoas estão tratando com normalidades os crimes de ameaça e coação, só que não e não adianta bater pezinho ou fazer vídeo chorando, o que resolve é a boa e velha reflexão antes de abrir a boca, antes de escrever um texto, antes de soltar palavras ao vento.

Digo e repito: se quiser uma legislação diferente, faça um projeto de iniciativa popular, proponha uma emenda constitucional na qual a liberdade de expressão se sobreponha a inviolabilidade da vida e da segurança das pessoas, enquanto isso não acontecer, não adianta reclamar porque seus interesses foram contrariados.

Há uma quantidade absurda de pessoas que querem porque querem estar certas, elas não conseguem mais racionalizar, mas temos que dizer a verdade: querer estar certo, não te torna certo.

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Veja mais nas colunas

spot_img
Artigo anterior
Próximo artigo