26 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, abril 22, 2024

Mídia pós pandemia.

Publicado em:

spot_imgspot_img

Estamos vivendo momentos que ninguém imaginava viver. Os profissional dos veículos de comunicação se adaptaram das melhores formas para continuar levando a informação e o entretenimento e sobre tudo a verdade de cada pauta para cada leitor, espectador, ouvinte e entre outros.

Agora, estamos vivendo um momento totalmente diferente do que já era costume, por exemplo, os reportes que fazem as coberturas externas agora aparecem na frente das câmeras usando mascaras, e o que era costume de dividir o microfone quando tem algum entrevistado, teve que ser deixado um pouco de lado, acrescentando assim, mais um microfone, para que o entrevistado possa ficar com um distanciamento do repórter.

Mas a pergunta que esse colunista faz é: Como será a mídia pós pandemia?  

Pois bem, eu não sei dizer se vamos ter novos costumes, ou se apenas vamos voltar a ter os costumes antigos. Mas confesso a você, leitorª que eu sinto a saudade desse costume antigo. O costume aonde as pessoas eram mais próximas, o cumprimento era aquele abraço e aquele aperto de mão. Esse não é só um costume pessoal. A mídia tem muito disso.

Mas, nesta manhã, um fato curioso me chamou a atenção. É mais uma coisa que eu nunca iria imaginar na mídia. Você alguma vez imaginou que uma repórter passaria batom em uma transmissão ao vivo?

Sim. Isso aconteceu! E não foi uma gafe!

A repórter Carolina Cimenti, correspondente internacional da Globo News, na noite dessa quinta-feira, na ‘Edição das 18h’, fez uma entrada ao vivo de um parque na cidade de Nova York, se mostrou entusiasmada com uma decisão do Centro de Controle e Prevenção de Doenças do governo americano, de que pessoa vacinadas com a 2° dose, não precisa mais usar mascaras por lá.

“Faz 1 ano e 9 dias que eu quero dar essa notícia. Nada representa mais a pandemia do que a máscara, né?”, disse, e tirou o acessório do rosto. “Pessoas que já tomaram as duas doses e esperaram o tempo da vacina trabalhar totalmente o seu imunizante podem tirar a máscara em ambientes abertos e fechados”.

E na sequencia passou o batom.

A repórter fez esse pequeno gesto e se mostrou muito feliz com a notícia.

Acredito que estamos vivendo os últimos dias desta pandemia. E como será a mídia após ela?

Participe deste artigo aqui na coluna. Quero saber com você! Como será a mídia, quais são suas expectativas para a vida após a pandemia?

Imagem: Divulgação

Comentários

Renan Xavier
Renan Xavier
Jornalista, Colunista deste portal, produtor de Rádio e TV e produtor e coordenador de produções na Real Mídia Produtora. Apresentador no Sistema Real de Rádios: Rádio Play, Rádio Mirandela Fm, Rádio Preferida FM, e outras rádio filiais, afiliadas e parceiras na rede. Técnico em TI, audio/ som e sites.

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Veja mais nas colunas

spot_img