26.6 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, abril 24, 2024
CasaRegião MetropolitanaBaixadaPolícia Civil prende quatorze homens em operação contra milícia

Polícia Civil prende quatorze homens em operação contra milícia

Data:

Notícias relacionadas

Instituto que ajuda pacientes de câncer sofre com alagamento

O grande temporal que assolou a baixada fluminense alagou...

Empreendedorismo: Mulher no volante é segurança constante

Quando se trata em pedir um carro de aplicativo,...

MC Cabelinho estará no 1° Love Hit no Shopping Grande Rio

O Shopping Grande Rio será palco da primeira edição...

São João de Meriti recebe Seminário político

O mês de setembro começa com mais um capítulo...

Quiosque inclusivo recebe currículos em Shopping da baixada

O Shopping Grande Rio recebe exclusivamente na Baixada Fluminense...
spot_imgspot_img

Rio – Uma ação realizada em conjunto pelas Delegacias do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco) prendeu quatorze homens suspeitos de integrarem uma milícia na Baixada Fluminense e apreendeu diversos materiais encontrados em lojas da região. De acordo com a Polícia Civil, a operação conta com o apoio de informações do Disque-Denúncia e tem como alvo o braço financeiro da organização criminosa.

Ainda segundo a corporação, a ação tem como objetivo prender milicianos, reprimir as fontes de renda e interromper comércios e serviços ilegais, que são explorados pela organização criminosa. Um dos presos, identificado como Randhal Felipe de Oliveira, é apontado como o chefe da milícia em Belford Roxo.

Entre os crimes investigados estão exploração de atividades ilegais controladas pela milícia; cobranças irregulares de taxas de segurança e de moradia; instalações de centrais clandestinas de TV a cabo e de internet (gatonet/gatointernet); armazenamento e comércio irregular de botijões de gás e água; empresas de GNV ilegais; parcelamento irregular de solo urbano; exploração e construções irregulares, areais e outros crimes ambientais; comercialização de produtos falsificados; contrabando; descaminho; transporte alternativo irregular; estabelecimentos comerciais explorados pela milícia e utilizados para lavagem de dinheiro.

A ação desta sexta-feira é baseada nas investigações e no trabalho do setor de inteligência das unidades do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) – Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD); Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM); Delegacia do Consumidor (Decon); Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA); Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) e Divisão de Capturas da Polícia Interestadual (DC-Polinter), DESARME, DRFC, DRF, DELFAZ, DCOD e da DRACO, com apoio de informações do Disque-Denúncia.

Fonte: O dia

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img