26 C
Rio de Janeiro
terça-feira, abril 16, 2024
CasaEditoriasEntretenimentoDia Mundial do Café: confira os mais caros do mundo em 2021

Dia Mundial do Café: confira os mais caros do mundo em 2021

Data:

Notícias relacionadas

spot_imgspot_img

O café é, sem dúvida, uma das bebidas mais queridas em todo o mundo. Há quem a aprecie em momentos de descanso, quem o use como um “energético” para os dias difíceis e quem não consiga, inclusive, passar um dia sem tomar um gole da bebida.

Não à toa, no mundo, são produzidas cerca de 10 milhões de toneladas de café por ano. E, apesar de ser originário da Etiópia, na África, o Brasil é o maior produtor de grãos no mundo, segundo a Organização Internacional do Café.

Em torno do globo, o café também é consumido de acordo com o gosto de cada consumidor ou mesmo segundo a cultura da região. De quente a gelado, porém, há quem pague altos preços para “curtir” o paladar de um bom café.

Confira os mais caros do mundo em 2021:

Café Ospina Dynasty Premier Grand Cru Grand Reserve: Cultivado na Colômbia, o quilo desse café é vendido por R$15,4 mil. O grão conta com aromas de pêssego, laranja, jasmim, chocolate, coco e macadâmia.

Marfim Negro (Black Ivory Coffee): Custando R$11,1 mil o quilo do café, esse grão é raro e tem produção de apenas 150 quilos, com a maior parte do cultivo sendo destinado a hotéis parceiros da empresa tailandesa.

Café Civeta (Kopi Luwak): Produzido na Indonésia, Filipinas e Madagascar, esse café exótico custa R$6,630 mil o quilo. Porém, o preço varia de região para região, sendo esse valor atribuído às melhores safras.

Geisha Special da Hacienda La Esmeralda: Vendido a R$ 2,295 mil o quilo, esse grão é produzido no Panamá. Dependendo da safra, os valores podem subir em leilões.

Café de Santa Helena (St. Helena Coffee): Produzido na ilha de Santa Helena, no meio do Ocenao Atlântico, esse café custa R$ 1,632 mil o quilo. O contexto histórico é um dos fatores para o preço elevado, já que Napoleão Bonaparte, que se exilou na ilha, apreciava a bebida local.

NO BRASIL

Não é o mais caro do mundo, mas, com uma produção intensa, o Brasil também tem o seu café raro. O Café Jacu, originário do Espírito Santo, custa R$ 700 o quilo. Atualmente, ele é cultivado em diferentes regiões do país e 100g de seus grãos podem custar cerca de R$95.

Fonte: Estado de Minas

Comentários

Inscreva-se

- Nunca perca uma notícia com notificações ativas

Últimas notícias

spot_img